• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

 

News Motivacional Nº 565 PDF Imprimir E-mail
         

Não tenha medo de errar...

Você sabia que inúmeras invenções se devem aos equívocos. Perkins, um químico britânico, descobriu a fórmula dos corantes artificiais quando tentava criar um quinino sintético, o que não conseguiu. Entretanto, notou que o composto utilizado na experiência deixava uma mancha de cor púrpura. Mais pesquisas com essa mancha deu início da indústria de corantes.

Muitas vezes as pessoas desistem porque têm medo de errar. Esses erros podem ser embaraçosos, até mesmo humilhantes. Mas, se você não se arriscar e não errar, deixará de aprender ou de criar alguma coisa nova. 

A história mostra que as pessoas mais criativas cometem mais erros. O motivo não é porque sejam menos eficientes, elas simplesmente fazem maior número de tentativas que as outras, têm mais ideias, analisam mais possibilidades, em contrapartida se alegram com suas descobertas que impactaram a vida de muitas gerações. 

Compartilhe no Facebook
  

Gol contra...

Essa é uma história de um jogador que estreava no time de futebol. Quase na metade do primeiro tempo ele cometeu um erro absurdo: confundindo a cor das camisas de seus companheiros com a de um time adversário, contra a qual já tinha jogado havia pouco tempo, viu-se de repente em sua própria área e, driblando dois companheiros (o que não foi muito difícil), acabou chutando contra a própria meta e marcando um gol a favor do adversário. Foi um espanto geral.

No intervalo, o treinador procurou levantar o ânimo abatido do time e disse: “O mesmo time que jogou o primeiro tempo vai jogar no segundo”. O jogador desastrado foi falar com treinador: “Não posso voltar ao campo, estou humilhado!”.

A resposta do treinador foi taxativa: “Você não pode mudar o que aconteceu no passado, nem eu. O que você pode mudar é o que vai fazer no futuro. O jogo está na metade. Volte ao campo e jogue os 45 minutos que faltam”.

Compartilhe no Facebook

Quanto à autoria das mensagens:
Estas mensagens foram, na sua maioria, enviadas por leitores ou coletadas na internet

 

Facebook