• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

 

News Motivacional Nº 577 PDF Imprimir E-mail
Não está visualizando a mensagem? Acesse a versão web Descadastrar?
         

Ganhe vantagem competitiva sendo ÉTICO!

O que devo fazer quando o caixa de alguma loja dá um troco maior do que o devido? Que devo dizer quando uma mentira conveniente pode ajudar a disfarçar um erro que cometi? Até onde posso ir nas promessas que faço para conquistar um cliente? Felizmente há uma demanda cada vez maior por uma postura ética no mundo dos negócios.

As pessoas dizem que almejam a integridade. Ironicamente, ao mesmo tempo, estudos indicam que a maioria delas nem sempre age de acordo com o tipo de integridade que exige das outras. Entre os estudantes universitários, 84% acreditam estar passando por uma crise no mundo dos negócios e 77% acham que os mais altos executivos das empresas devem ser responsabilizados por este problema. Contudo, 59% dos mesmos estudantes admitem já ter colocado em provas. No ambiente de trabalho, 43% das pessoas admitem ter se envolvido em pelo menos uma situação antiética, e 75% já assistiram a algo assim sem fazer nada a respeito. 

Você sabe por que as 500 maiores empresas da revista Fortune pagam salários enormes aos seus principais executivos? Porque elas sabem que mais importante que a capacidade de liderar de um homem, é o caráter do líder que faz a diferença.

Compartilhe no Facebook

Vídeo Dica: Liderança

A diferença que a visão faz...

Em 1879, James Ritty, dono de um bar, re­cebeu a patente de uma caixa registradora mecânica que havia projetado para impedir que seus funcionários roubassem dinhei­ro da gaveta. 

Ritty abriu uma empresa para deter a patente e co­mercializar suas caixas registradoras. Infelizmente, conseguiu vender apenas algumas centenas de unidades. 

Quando outro co­merciante, John Patterson, ofereceu 6.500 dólares pela empresa pela invenção patenteada, James ficou feliz em vendê-las. Ritty e todos os homens de negócio acharam que Patterson era um idiota visionário. Para eles, era inimaginável pa­gar tanto dinheiro por uma invenção que tinha vendido tão pou­co nos cinco anos em que estivera no mercado. 

Porém, Patterson tinha algo que Ritty e os demais negociantes não possuíam: visão. Até sua morte, Patterson vendeu mais de 22 milhões de caixas registradoras, e sua companhia se tornou uma das mais influentes empresas de vendas e marketing que já existiu.

Compartilhe no Facebook

Quanto à autoria das mensagens:
Estas mensagens foram, na sua maioria, enviadas por leitores ou coletadas na internet

 

Facebook