Sem mouse, sem teclado?
     

 

Um grande passo em direção ao futuro será a Microsoft Surface, um computador em formato de mesa no qual o mouse e o teclado serão substituídos por meios mais naturais de interação como a voz ou tato.

 

O computador de superfície oferece uma tela de 30 polegadas sob uma tampa de plástico resistente, permite que as pessoas toquem e movam objetos na tela, façam desenhos digitais, montem quebra-cabeças virtuais.

O computador também reconhece e interage com outros aparelhos colocados sobre a superfície onde poderemos olhar fotos armazenadas.

No futuro, nos restaurantes, os clientes poderão fazer seus pedidos de comida no cardápio online. Nas lojas de telefonia móvel, por exemplo, poderemos alterar nossos planos ao colocarmos nossos celulares sobre as telas de máquinas.

A Microsoft acredita que as técnicas de computação de superfície estarão em mesas, balcões e espelhos e será uma nova categoria, com receitas milionárias.

0
0
0
s2smodern
Você sabe realmente o que o cliente quer?

Para descobrir as mudanças de comportamento, muitas empresas que antes utilizavam questionários, passaram a observar seus clientes para descobrir o que eles queriam comprar.

Utilizando tecnologias como, rastreamento da íris, câmeras de vídeo e neuromarketing que consegue até interpretar o envolvimento emocional, o nível de atenção e a retenção de memó­ria.

Kimberly antes lançar um novo modelo de fralda, o pacote passou pelo crivo de 300 mulheres. Os pesquisadores não perderam tempo com perguntas. Um equipamento ras­treava o caminho da íris de cada uma delas. A embalagem escolhida atraiu mais olhares para a informação de que o produto era feito de algodão orgânico e vitamina E - dado observado por 69% das entrevistadas.

Procter&Gamble criou uma loja virtual com telas capazes de reproduzir virtualmente o ambiente de uma loja. Os consumidores pesqui­sados simulam que estão empurrando um carrinho de compras entre as gôndolas de um supermercado. Enquanto pas­seiam, o equipamento detecta o que mais chama a atenção das pessoas, seja numa emba­lagem, seja uma peça publicitária.

Adidas no ano passado a empresa instalou câmeras capazes de contar automaticamente o movi­mento de clientes, essas informações ajudam a medir a eficiência de promoções e de mudan­ças de vitrine nas lojas. Existem programas de computador que produzem estatísticas, identificam corredores mais e menos fre­quentados, calculam quanto tempo em média os con­sumidores ficam em frente a uma prateleira antes de escolher um produto.

0
0
0
s2smodern
Procurando emprego?
     

Hoje em dia é comum recrutadores fazerem uso das redes de relacionamento na hora de selecionar candidatos para preenchimento de suas vagas.  A Ambev, por exemplo, usa o Orkut para lançar o programa de trainee e selecionar os candidatos.

A rede internacional de res¬taurantes e lanchonetes Viena presente na maioria dos shoppings brasileiros, usou o Linkedin, a rede social voltada para a área profissional, para contratar o seu novo diretor de RH. O detalhe é que o candidato pode ser de qualquer lugar no mundo.

Se você usa Orkut, Twitter, Facebook, Youtube, Linkedin, aqui vão algumas dicas na utilização dessas ferramentas:

Mantenha o perfil sempre atualizado e utilize uma foto relacionada à trabalho e nunca ao lazer.

Torne-se seguidor de sites e de profissionais da sua área e de empresas que atuem no mercado de trabalho de seu interesse.

Ao escrever, não mencione que está com sono, preguiça ou cansado. Não fale mal do seu emprego, e se falar bem, exponha resultados práticos que ajudaram na sua carreira.

Não participe de comunidades como “Odeio segunda-feira”, “Odeio trabalhar”, “Odeio meu chefe” e assim por diante.

Colocando o nome do candidato no Google, as empresas fazem uma pré-avaliação do candidato, identificam seu perfil, valores e interesses pessoais, analisam se ele é adequado à cultura e ao ambiente de trabalho.

Por isso, se você está procurando emprego, preste muita atenção com o que coloca na web, pois as informações são públicas e, dependendo do que é encontrado nos sites, você pode ser descartado da seleção, antes mesmo de uma entrevista pessoal.

0
0
0
s2smodern
II Parte: Tudo pelo cliente...

Mais algumas ações e estratégias capazes de potencializar vendas.

Atendimento Personalizado: O Emporium São Paulo utiliza-se desta estratégia como sua marca. Os manobristas conhecem os donos dos veículos estacionados e sabem como gostam que as compras sejam guardadas no porta-malas; em outros casos, os clientes fazem questão que suas mercadorias sejam levadas para casa por determinado entregador, que até as organizam na despensa.

Ofereça o que o cliente quer: Esta é a idéia da companhia aérea irlandesa, de baixo, custo Rynair. A empresa propõe passagens gratuitas ou com descontos para determinados trechos. Para isso, a Rynair colocou uma pesquisa em seu site, na qual pergunta a seus clientes se eles estariam dispostos a viajar em pé em pequenos trechos. O projeto modificaria a parte traseira dos aviões da companhia para instalar “assentos verticais”, semelhantes aos assentos de um balcão de bar.

Antecipe tendências: estudos afirmam que a expectativa de vida em 2050 será de 81 anos. Esse dado tem chamado a atenção das empresas a antecipar algumas tendências. É o caso da Natura que já está testando em seus laboratórios, cremes voltados para mulheres de 80 anos.  A LG trouxe celulares com teclas maiores e ano que vem lançará aparelhos que, além de ser telefones, são capazes de tirar a pressão arterial ou medir o nível de glicose do usuário. Que ações sua empresa tem feito para cativar esse público?

Comportamento de compra: Num futuro próximo, os anúncios serão fabricados por softwares. Cada pessoa que entrar nas lojas será vigiada por um programa de computador que terá seu nome, endereço e comportamento de compra guardado na memória. Os dados dessas pessoas serão coletados e aprimorados rotineiramente, gerando massa de informação e inteligência artificial. A partir daí, anúncios em celulares, por exemplo, podem ser enviados assim que o cliente entrar na loja.

0
0
0
s2smodern
Se beber, o motorista não dirige!
     

Pensando nessa necessidade de mercado, a Nissan lançou recentemente um novo conceito que promete fazer o motorista cumprir a lei.

O projeto consiste num conjunto de dispositivos encarregados de monitorar a lucidez do motorista. Caso não passe nos testes, o carro pára e dispara um alerta. E quais são esses testes:

 

 

1. Marcha: o motorista não consegue mudar de marcha sem que o sistema faça um exame de transpiração na palma da sua mão.

2. Banco: se o motorista pensar em usar luvas para dirigir, saiba que a segunda etapa dos testes inclui um sensor de odor no banco do motorista e nos assentos dos passageiros.

3. Rosto: se abrir as janelas e conseguir enganar o sistema com um aromatizador barato, vem a parte mais interessante deste carro. Uma câmera é apontada diretamente para o rosto do motorista, e com uma leitura de pontos-chaves do rosto, principalmente os olhos, é possível identificar o nível de consciência do motorista. Desta forma, tanto para níveis alcoólicos elevados, como para motoristas com sono, ao detectar uma possível sonolência, o sistema emite o alerta e de quebra dá-lhe um apertão com o cinto de segurança.

Essa é sem dúvida uma ótima ideia e esperamos que, o ser produzido, este carro seja acessível para todos os bolsos em virtude do grande número de acidentes que se vê por ai.

 

0
0
0
s2smodern
As vendas melhoram com a imitação...

Miguel Ângelo aprendeu suas técnicas imitando, isto é, estudando os métodos de outros artistas antes de começar a criar suas obras-primas.

Shakespeare foi ator durante muitos anos antes de se tornar dramaturgo, aprendeu a escrever peças representando-as. Mas as imitações desse gênio não pararam ai. Muitos de seus trabalhos mais populares têm enredos que ele tomou emprestado de outros dramaturgos e nos quais pôs o selo de sua excepcionalidade.

A maioria dos vendedores gosta de improvisar. Um dos motivos por que muitos vendedores improvisam é porque eles pensam em situações de venda como um encontro descansado, com bastante tempo para contar piadas, bater papo sobre esportes e improvisar quando recebem desafios inesperados.

Se você é novato na profissão de vendas, mas está buscando se tornar um campeão, você pode começar copiando técnicas, usando frases de efeito, imitando atitudes dos vendedores do grupo de elite da empresa. Com isso você terá o conhecimento necessário para adaptar e aperfeiçoar as suas reações, assim como fez Miguel Ângelo e Shakespeare no começo de suas carreiras.

Quando você reage com mais rapidez, melhora automaticamente a qualidade de sua reação. Em tudo o que resolver fazer, você só será bom se praticar, treinar e ensaiar.

0
0
0
s2smodern
IV Parte: Tudo pelo cliente...

Diversão e economia: uma experiência muito comum, a qual você já deve ter tido, é chegar a banheiros de lojas ou shoppings onde os vasos sanitários estejam sujos.

Você abre todas as portas para ver se tem algum em condição de uso. Um aeroporto nos Estados Unidos estava sempre com problemas de higiene em banheiros masculinos. Uma saída para esse problema foi pintar um alvo alguns centímetros acima do ralo de cada um dos vasos sanitários. Os homens acharam a idéia criativa e passaram a fazer mira para ganhar a pontuação máxima. Com essa estratégia o aeroporto poupou milhares de dólares com limpeza.

Venda estado de espírito: Três fatores influenciam os consumidores em suas decisões de compras: o desempenho do produto, o custo/benefício e o estado de espírito. Desempenho e custo/benefício tudo bem, mas estado de espírito parece ser coisa nova. Em razão disso, algumas empresas já identificaram essa tendência e estão lançando produtos com esse novo conceito. A Woman Care possui a linha Alto Astral e equilíbrio, o Boticário tem a linha Nativa Spa Energizante, Anti-Stress entre outras.

Atendimento Express: Tempo é fundamental. A maioria das pessoas está com seu tempo tão limitado que ir a grandes lojas tornou-se impraticável. Pensando nisso, grandes redes do Brasil já vêm desenvolvendo sua verão Express. É o caso do Carrefour e Lojas Americanas. O grupo Pão de Açúcar que lançou a bandeira Extra Fácil oferece lojas com área de no máximo 200 metros quadrados, um novo formato, num misto de padaria e loja de conveniência, instalado em áreas de grande fluxo e nos bairros de renda mais alta.

Faça produtos que todos querem: O grupo indiano Tata, criou o carro mais barato do mundo, o Nano, que custa algo em torno de US$ 2.500. Agora está aplicando o mesmo princípio de negócio ao mercado imobiliário. O grupo está erguendo na Índia apartamentos de 20 metros quadrados a preço de US$ 4.500. Em vez de tijolos, as residências são feitas de concreto, espuma e materiais reciclados. As primeiras unidades estão previstas para serem entregues em 2010, e já têm fila de espera.

0
0
0
s2smodern
É possível sair da falência...
     

A resposta da Hering é sim! Para sobreviver a uma forte crise, teve que buscar um novo caminho nos negócios ao se ver impossibilitada de competir com produtos chineses que invadiam o país.

 

 Uma pesquisa de mercado encomendada pela empresa em 2006 apontou que 90% dos consumidores conheciam a marca, porém o percentual que comprava algum produto era considerado baixo. Na pesquisa, os consumidores apresentaram três razões por que isso ocorria: preço, falta de financiamento nas compras e a localização das lojas.

Com base nessas informações, a estratégia foi explorar o potencial da marca e mudar totalmente o foco para o varejo, abrir lojas próprias e franqueadas. Hoje, o número de lojas ultrapassam a 300 e já contam com cartão de crédito da própria rede.

Em 1990 foi o momento escolhido para começar a fazer essas mudanças. E foi o tempo perfeito, porque o varejo vem crescendo mais rapidamente do que a indústria. Com isso, a centenária Hering superou um período de estagnação e foi eleita a Empresa do Ano e a de Maior Prestígio no Brasil nos seguintes quesitos: admiração, confiança, evolução e qualidade de produtos.

0
0
0
s2smodern
Qual é a ocasião certa para atender ao telefone?

Você talvez ria, mas de fato existe o momento certo de atender ao telefone. Se o levanta antes mesmo de acabar o primeiro toque, leva as pessoas a pensar que está ansioso demais. Se deixa que toque de 6 a 16 vezes, elas pensarão que você não está trabalhando naquele dia. A ocasião perfeita, profissional, de atender ao telefone é no terceiro toque.

Este é um dos motivos por que deve responder ao terceiro toque:
Primeiro toque: pare o que está fazendo
Segundo toque: clareie a mente e prepare-se.
Terceiro toque: atenda de forma cortes.
Agora, se você no decorrer da conversa precisar pedir para o cliente esperar, enquanto obtém informações. Tome cuidado no seguinte: nunca o mantenha o cliente esperando por mais de 17 segundos.
Sabe por quê? Porque quando você deixa uma pessoa esperando por um minuto ou mais, quando você volta à linha, simplesmente não é mais o mesmo ser humano que telefonou antes. Se ele ainda estiver na linha, não vai parecer à mesma pessoa. A espera prolongada é igual à venda perdida.

 

0
0
0
s2smodern
Respondendo primeiro à emoção...
     

Um cliente zangado, tenso ou frustrado dificilmente reagirá de forma construtiva ou sequer será capaz de ouvir um argumento racional. Mesmo que você queira conduzir a negociação de forma racional, você frequentemente pode escolher entre responder ao racional ou ao emocional.

 

 

Geralmente é melhor responder primeiro ao emocional: "Parece que você ficou um tanto insatisfeito. Eu imagino que também me sentiria assim se entendesse a situação da maneira como você entendeu'. Ser empático, porém, não significa necessariamente aceitar a responsabilidade pelos sentimentos da outra pessoa ou mesmo permitir que esses sentimentos sirvam como base para um curso de ação específico.

Lembre-se: seja empático e assertivo. Uma vez que os sentimentos do seu interlocutor tenham sido reconhecidos e aceitos, ele pode se sentir mais à vontade para participar de forma mais efetiva da discussão.

Um ponto importante que vale a penas salientar aqui: Muitas vezes os negociadores usam a raiva ou a intimidação como táticas de barganha. Conta-se que um investidor muito bem-sucedido que, em momentos críticos, costumava por a mão no bolso buscando as suas "pílulas contra irritação", Muitas vezes funciona; o outro lado tenta ganhar novamente a sua simpatia com concessões. Nesse caso, o atacante pode recuar sempre que sentir que as suas táticas não vão funcionar. Em alguns casos, recuar é a melhor opção; em outros, ignorar as reações pode ser muito mais eficaz."

 

 

0
0
0
s2smodern
Negociação: Juntos contra o problema...
     

Para ser ter uma negociação de sucesso você terá que transformar essa concepção de um contra o outro para 'juntos contra o problema'. Não pense no outro lado como "eles", ou como os seus adversários; busque alinhar os seus esforços para elaborarem juntos um acordo dentro dos interesses de ambos.

 

Outro aspecto relevante que devemos cuidar é a configuração física da negociação. Quando os dois lados entram em uma sala de reunião e se posicionam em lados opostos da mesa, essa configuração física é interpretada pelo inconsciente das pessoas como dois lados que devem agir como adversários.

Procure quebrar esse molde inconsciente, convidando ambos os lados para sentarem do mesmo lado da mesa, um do lado do outro, em oposição a um flip chart  e escreva no meio da folha a palavra “problema” e logo abaixo descreva o objetivo que vocês desejam chegar.

Com essa simples técnica, você irá se surpreender como suas negociações se tornaram mais produtivas.

0
0
0
s2smodern
I Parte: Vendedor: saiba como fazer uma apresentação perfeita...

Qual o tempo ideal:
Pesquisas realizadas por emissoras de TV mostram que 20 minutos é o máximo que as pessoas suportam ouvir alguém falar sobre um determinado assunto.

Steve Jobs, da Apple, considerado uma dos maiores comunicadores da atualidade, sempre começa suas apresentações indo direto ao ponto. Ele afirma que depois de 18 minutos, os níveis de atenção tendem a cair drasticamente.
Bem, já que você não tenha a sua disposição todo o arsenal que uma emissora de TV tem para prender a atenção do público. E não é ainda uma celebridade tão desejada de ser vista e ouvida pelos clientes, você deve estar se perguntando qual o tempo ideal para um vendedor apresentar seu produto: 17 minutos!
Assim como na TV uma apresentação de vendas também tem um tempo ideal, depois disso as pessoas começam a perder o interesse. Instala-se o tédio, o cliente lembra-se de outras coisas que podia ou devia estar fazendo e não ouve mais com atenção.
A solução disso é colocar mais impacto no período de 17 minutos, quando tem a melhor chance de conseguir fechar a venda. Como é que se faz isso? Não se falando mais rápido e sim apresentando melhor.

0
0
0
s2smodern