Bagunça criativa...

Um estudo recente descobriu que dois terços das pessoas se sentem culpadas ou envergonhadas por serem desorganizadas. Apesar da pressão comercial, cultural e religiosa há um grupo crescente de pessoas que simplesmente não conseguem ser organizadas.

E não é porque adorem a bagunça ou achem que ela seja inspiradora ou libertadora. Essas pessoas estão simplesmente atoladas em seus objetos e decidiram que qualquer tentativa de arrumação, classificação e limpeza não vale a pena.

Menos de 25% das pessoas arrumam sua cama como parte da rotina diária. Aproximadamente 35% das pessoas deixam louças sujas na pia por mais de um dia. Cerca de 15% deixam louças sujas no escritório, na sala de estar ou no quarto durante mais de um dia. Quando tiram a roupa a noite, quase 40% deixam-nas espalhadas pelo chão.

O especialista David Freedman diz que mesa bagunçada está relacionada com sabedoria e que a bagunça permite que as qualidades fundamentais para a excelência floresçam, como a improvisação, flexibilidade e sorte de fazer descobertas felizes por acaso.

Se Alexander Fleming não tivesse sido desleixado o suficiente para deixar as Placas de Petri sujas em cima da mesa, ele nunca teria descoberto a penicilina.

0
0
0
s2sdefault